13°C 28°C
Lagoa Santa, MG
Publicidade

UFMG retoma nesta segunda-feira aulas presenciais

A instituição definiu ajustes no calendário escolar; aulas serão retomadas nesta segunda-feira, 10 de junho; por causa da greve, ano letivo só vai terminar em fevereiro de 2025

10/06/2024 às 09h00 Atualizada em 10/06/2024 às 09h08
Por: Redação
Compartilhe:
UFMG/ Divulgação
UFMG/ Divulgação

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) retomará nesta segunda, 10 de junho, as aulas presenciais, após uma greve de professores que durou 51 dias. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da instituição definiu, nesta última sexta-feira, 7 de junho, ajustes no calendário escolar do ano letivo de 2024.

Enquanto isso, em Minas Gerais, outras 12 instituições federais, incluindo institutos e universidades, continuam em greve, sem previsão de retorno. Para tentar resolver a paralisação em todo o país, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve anunciar a liberação de recursos para o ensino superior também nesta segunda-feira.

A greve na UFMG começou em 15 de abril e foi encerrada na assembleia de quarta-feira, 5 de junho. Apesar do fim da paralisação, os docentes aprovaram a permanência em estado de greve, mantendo-se mobilizados em apoio às reivindicações dos sindicatos, sem interromper as atividades acadêmicas.

As principais demandas do movimento incluíam a reposição das perdas salariais acumuladas nos governos anteriores, a reestruturação dos planos de carreira, mais investimentos nas instituições e a realização de um concurso para contratação de funcionários. Além disso, os docentes pediam o reajuste imediato dos auxílios e bolsas para estudantes.

Para compensar os dias letivos perdidos, o Cepe da UFMG definiu que o primeiro período letivo será encerrado em 31 de agosto. Após um recesso de três semanas, o segundo semestre letivo começará em 23 de setembro e terminará em 8 de fevereiro de 2025. O primeiro período letivo de 2025 começará em 10 de março e terminará em 12 de julho, seguido pelo segundo período, que ocorrerá de 11 de agosto a 13 de dezembro de 2025.

A UFMG informou que os ajustes aprovados pelo Cepe serão detalhados em uma resolução que será disponibilizada à comunidade acadêmica nesta semana. Entre outras deliberações, o documento determina que não haja atividades avaliativas entre 10 e 22 de junho.

Foi estabelecido ainda que as aulas presenciais não poderão ser substituídas por atividades didáticas remotas que não estejam previstas no projeto pedagógico do curso. O conselho recomendou, em caráter excepcional, a flexibilização do registro de frequência dos alunos durante o período de 15 de abril a 22 de junho.

Além da UFMG, as instituições federais em greve em Minas Gerais incluem a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Universidade Federal de Lavras (Ufla), Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri (UFVJM), Universidade Federal de Itajubá (Unifei), Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (IF-Sudeste MG), Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lagoa Santa, MG
20°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 28°

20° Sensação
3.6km/h Vento
56% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h27 Nascer do sol
05h24 Pôr do sol
Seg 28° 12°
Ter 29° 12°
Qua 29° 13°
Qui 28° 13°
Sex 29° 15°
Atualizado às 21h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,38 +0,00%
Euro
R$ 5,77 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 380,098,53 +1,20%
Ibovespa
119,662,38 pts 0.08%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade